• Lisboa | Porto | Braga | Todos distritos de Portugal
  • (+351) 210 449 685 | (+351) 220 417 190
  • info@codigoadn.pt
 0

Teste de paternidade na gravidez

Realizado a partir da 8ª semana. O teste é não Invasivo, 100% seguro para a mãe e para o bebé. Realizado nas clínicas da CódigoADN™.

Limpar

Preço: 1599.00 €
Intervenientes: Alegado pai, ou pais e Mãe;
Resultados: 7 dias úteis após recebermos as suas amostras nos nossos laboratórios;
Como fazer: Nas clínicas da CódigoADN com os seus profissionais de saúde;

Teste de paternidade durante a gravidez, não invasivo.

Se pretende realizar um teste de paternidade durante a gravidez, a opção certa é a escolha de um teste de paternidade que possa ser 100% seguro tanto para mãe como para a criança. Ao realizar um teste de paternidade durante a gravidez não invasivo, não são utilizados processos complicados como a recolha de liquido amniótico. Apenas iremos colher sangue (como de umas análises clínicas se tratassem) na mãe e colher ADN no alegado pai.

A CódigoADN™ recomenda que este teste de ADN pré-natal seja feita nas suas clínicas, junto dos seus profissionais de saúde. Se pretende fazer a recolha de ADN num local diferente contacte primeiro com o apoio ao cliente. O seu resultado estará concluído em 7 dias úteis com um probabilidade superior a 99,9% ou uma exclusão de 100% do alegado pai.

Como funciona o teste de paternidade durante a gravidez

O sangue da mãe contém uma quantidade de ADN, variável do bebé em desenvolvimento. Os volumes de ADN encontrados no sangue da mãe, podem variar dependendo de quantas semanas de gravidez esta se encontre. O teste de paternidade durante a gravidez é viável a partir da 8ª semana.

Note que: O volume de ADN fetal no sangue da mãe, normalmente, aumenta à medida que a gravidez progride em numero de semanas. Este teste requer um volume mínimo de ADN fetal nas amostras recolhidas de modo ao laboratório ser capaz de extrair marcadores genéticos fetais suficientes. Contudo cada gravidez é diferente; a grande maioria dos nossos testes são concluídos com sucesso logo na 8ª semana de gestação, no entanto, poderá haver situações em que não existe ADN fetal suficiente. Neste caso, vamos exigir que seja feita uma nova recolha. O cliente não incorre em qualquer custo adicional na segunda análise.

Uma vez recolhidas as amostras de sangue na mãe como o ADN no suposto pai, iremos proceder à análise do ADN fetal que se encontra em livre circulação no sangue materno. Após a extracção do ADN do feto é extraído também o ADN do alegado pai e da mãe de forma a que possam ser comparados entre si e verificar se existe uma correspondência.

veja abaixo como funciona o teste de paternidade durante a gravidez:

observação: No exemplo acima é possível verificar o ADN dos dois supostos pais, contudo, o exame pode ser feito apenas com um dos pais, não é necessário a intervenção dos dois supostos pais.

Teste paternidade a partir da 8ª semana gestação: como fazer a contagem?

A contagem das semanas de gestação deve ser feita preferencialmente por ecografia, não sendo possível, deve fazer a contagem a partir da sua ultima menstruação, neste caso, a sua contagem deve ser de 9 semanas de gestação e não de 8 semanas, ou seja:

  1. A sua contagem está a ser feita pela ecografia: quando a ecografia assinalar 8 semanas pode fazer o exame;
  2. A sua contagem está a ser feita desde a ultima data de menstruação: então conte 9 semanas de gestação;

É muito importante a contagem das semanas do desenvolvimento, pois é com o evoluir do bebé que o ADN é injectado na corrente sanguínea da mãe. Só após uma quantidade de ADN fetal suficiente, é que os nossos laboratórios podem realizar o exame. Caso não exista ADN fetal suficiente, nenhum resultado é emitido. Neste caso a mãe terá que fazer uma nova colheita de ADN.

Condições e limitações genéticas para a execução do teste de paternidade durante a gravidez

  1. Tem que estar grávida à mais de 8 semanas efetivas;
  2. Não pode estar grávida de gémeos;
  3. Se o pai ou a mãe tiveram uma transfusão de sangue, transplante de medula óssea ou outro devem informar o laboratório na altura da marcação do exame de adn pré-natal;
  4. Os alegados pais não podem estar relacionados biologicamente, por exemplo, a dúvida da mãe ser entre o irmãos A e o irmão B, ou, a dúvida ser entre o primo A e o primo B. (nestes casos ambos os alegados pais têm de participar no exame).

Quais as opções existentes para realizar um teste de paternidade durante a gravidez?

Existem várias formas de poder realizar o teste de paternidade durante a gravidez, de forma invasiva, ou poderá optar por não colocar o seu bebé em risco e fazer um teste pré-natal não invasivo. Apresentámos em seguida a comparação entre o teste de paternidade não invasivo e o teste de paternidade invasivo.

 Teste de Paternidade durante a gravidez invasivoTeste de paternidade durante a gravidez não invasivo – CódigoADN®
Quando é que o teste pode ser feito?O teste da amniocentese pode ser feito a partir das 15 semanas e o CVS a partir da 10 ou 11 semanaPode ser feito a partir da 8ª semana de gravidez. A códigoADN recomenda que este teste seja feito junto dos seus profissionais de Saúde
Amostra de ADN colhidaAs amostras de um teste invasivo só podem ser colhidas pelo seu obstetra/ ginecologista e com anestesia localA recolha é feita pelos nossos enfermeiros ou por médicos, sem necessidade de anestesia
Diferença em valoresNormalmente estes teste custam perto dos 1500€.O valor do teste pré-natal não invasivo é de 1599€
FiabilidadeA probabilidade dos testes invasivos é de 99,9%A fiabilidade do teste não invasivo é superior a 99,9%
Riscos e efeitos secundáriosOs testes invasivos têm muitos efeitos secundários, como dor, febre e complicações graves, como perda de líquido amniótico. Também existe um pequeno risco de causar um aborto espontâneo.Sem efeitos secundários. 0% de risco para a mãe e para o bebé.

Como é realizada a Colheita do ADN de um teste de paternidade pré-natal?

O ADN é colhido por um profissional de saúde com os kits próprios fornecidos pela CódigoADN (estes kits de ADN contém um estabilizador de ADN fetal) . Não são admissíveis recolhas de sangue que não nos Kits desenvolvidos e patenteados exclusivamente para este tipo de colheita de ADN. A sua colheita deve ser sempre feita nos nossos pontos de colheita de ADN no Porto, Lisboa ou Algarve.

Não é necessário estar em jejum para a recolha de sangue. Se pretende fazer o teste de paternidade durante a gravidez, faça agora a sua marcação no apoio ao cliente.

Os teste de ADN pré-natais não invasivos não são todos iguais, veja abaixo as diferenças:

Caracteristicas do TesteCódigoADN™LAB ALAB BLAB C
Fiabilidade acima de 99,9% SIM
Realizado a partir da 8ª SemanaSIMApós 14ª SemanaApós 10ª SemanaApós 11ª Semana
Laboratório não precisa de confirmação após o nascimentoSIMSIM
Laboratório CertificadoSIMSIMSIMSIM
Empresa Registada na comunidade EuropeiaSIMSIMSIM
Profissionais de Saúde Habilitados para fazer a colheita em PortugalSIMSIM
Sem qualquer risco para a mãe o feto e para o PAISIMSIM

Metodologia do teste de paternidade ADN durante a gravidez

Com a mais recente tecnologia o ADN Fetal é isolado do sangue maternal, que contém ADN da placenta. O ADN fetal é amplificado em locus específicos utilizando a tecnologia matriz PCR e sequênciado, usando um sequênciador de “alto rendimento”. A sequência de dados é analisada usando um algoritmo proprietária dos nossos laboratórios, utilizando 2688 SNP, para determinação da parentalidade. A fração de ADN Fetal representa o ADN encontrado no sangue maternal. A fração de ADN fetal aumenta quanto maior for o tempo de gestação do feto e diminuí logo que a criança nasça. Se o plasma maternal não contiver ADN suficiente, nenhum resultado é emitido.

Se esta situação se verificar, a mãe terá que fazer uma nova recolha de sangue. Pretende saber mais informações sobre o teste de paternidade ADN pré-natal, fale com o nosso apoio ao cliente.

Agende agora o seu teste de paternidade durante a gravidez, entre em contacto com o apoio  ao cliente.

Informação adicional

Pai

1, 2

Urgente

Não (Resultados 7 a 10 dias úteis), Sim (Resultados 5 a 7 dias úteis)

Sexo do bebé

Não, Sim