• Lisboa | Porto | Braga | Todos distritos de Portugal
  • (+351) 210 449 685 | (+351) 220 417 190
  • info@codigoadn.pt
 0

Predisposição Genética Alimentar

Pergunta-se constantemente porque tem a Barriga Inchada? Pele Irritada? Cansaço? Como uma dieta adequada poderia re-estabelecer os seus níveis de energia?

Teste de intolerância Alimentar

A verdadeira questão é: Quais os alimentos lhe causam esse desconforto?

O teste de predesposição genética alimentar DUO Sensibilidade, realizado a nível celular, ao seu ADN (Exclusivo dos laboratórios da CódigoADN em Portugal), é uma análise completa ao seu genoma.

Identifica as suas irritabilidades às 8 categorias mais comuns e agora incluí a análise completa aos pelos dos animais domésticos.

O teste de predisposição genética a alimentos e pelos de animal único no mercado.

Baseado em factos científicos e analisado o seu ADN, o teste de predisposição genética  alimentar « distingue-se dos testes de intolerância alimentar» e ajuda-o a ter uma percepção das suas heranças genéticas e quais os alimentos que lhe causam mais irritações.

Sente um
mal estar constante?

Realize o teste de Predisposição Genética Alimentar online e descubra se é de um, ou vários alimentos!

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, os casos de intolerância alimentar e alergias duplicaram.  Os registos de entrada das pessoas em hospitais com algum tipo de sensibilidade alimentar, confirmam o alerta da OMS.

Estudos recentes têm demonstrado que este problema tem uma grande ligação à herança biológica. Este é o primeiro teste de predisposição genética a fazer análise ao seu ADN – 35 SNPs! Veja aqui o que são os SNP

Relatório Personalizado

relatorio_teste_de_intolerancia alimentar4

O relatório informa a que irritantes é geneticamente mais sensível, com informação sobre o seu ADN, e quais os factores que lhe causam desconforto.

As suas sensibilidades alimentares estão ligadas à sua herança biológica!

HERANÇA GENÉTICA ALERGIAS ALIMENTARES

Com o passar de gerações várias irritabilidades alimentares são herdadas entre as gerações! No exemplo acima podemos verificar que por vezes esta irritabilidade salta alguns elementos da família, mas ocorre «com a mesma frequência que um gene recessivo 1 vez em 3».

Ou seja, se um pai tiver 3 filhos existe a probabilidade de 1 dos filhos ter uma irritabilidade herdada do pai.

Precisa de realizar um teste de intolerância alimentar?

Ao contrário de outros testes, este exame apenas precisa de ser realizado uma vez porque é um exame celular, ás suas heranças genéticas.

Resumo.

 

Tenha uma vida mais confortável com o teste de sensibilidade alimentar.

O DUO Sensibilidades «teste de predisposição genética alimentar» é um teste de ADN baseado em ciência que revela como os seus genes “ADN” o podem tornar mais sensível a irritantes comuns em oito áreas principais:

  • Glúten
  • Lactose
  • Proteína de Leite de Vaca
  • Ovo
  • Amendoim
  • Outros Alimentos*
  • Histamina
  • Partículas de animal de estimação

 

Como pode realizar o teste de sensibilidade alimentar?

  1. A partir de um Kit de ADN, efetua a colheita de ADN em sua casa e receba os nossos relatórios em apenas 5 semanas;
  2. Diretamente nos nossos pontos de colheita de ADN, com os nossos profissionais de saúde.

Quanto tempo demoram os resultados?

Os resultados demoram 5 semanas a estarem concluídos. O laboratório irá produzir um relatório único baseado nos seus genes, nas suas heranças biológicas. Este é o único teste de sensibilidade alimentar a analisar exclusivamente o seu ADN, baseado em artigos científicos.

Como são entregues os resultados do exame?

Os resultados do exame são entregues por email ou por CTT. Os relatórios do «teste de intolerância alimentar» estão direccionados para o consumidor final, o que significa que poderá pró-ativamente começar a adequar o seu estilo de vida e alimentação. Recomendamos sempre que qualquer alteração profunda tenha o acompanhamento do seu médico.

Sintomas que pode observar - teste de Predisposição Genética Alimentar

Aprendendo sobre as suas predisposições aos alimentos e animais a nível «celular», capacita-o para a mudança, tanto num ambiente pessoal como na sua alimentação, ajudando-o a viver de forma mais confortável.

Ao entender o seu corpo, os seus genes, evita os problemas mais comuns, que sente diariamente como:

  • Sonolência após as refeições
  • Flatulência após as refeições
  • Dificuldade em concentrar-se
  • Dificuldade na digestão e barriga inchada
  • Irritações de pele
  • Náuseas
  • Corrimento Nasal
  • Dores de Cabeça
  • Tosse
  • Pálpebras inchadas, boca e nariz.

A ciência por trás do teste de predisposição genética alimentar e a partículas de animais

Os testes genéticos têm sido um «eixo» de desenvolvimento em todo o mundo. Com cada vez mais pesquisas, têm sido feitos avanços significativos na influência do meio ambiente nos nossos genes.

Acima de tudo acreditamos que o teste genético se está a tornar uma ferramenta importante para a saúde preventiva e cuidados de saúde.

Além dos milhares de testes disponíveis para doenças e condições médicas (não disponível para o consumidor final em Portugal, só através de uma ordem médica), a ciência e a pesquisa por trás dos testes genéticos, relacionados como o nosso corpo responde a vários irritantes, permitiram desenvolver este exame especifico. Um exame de ADN altamente direccionado que investiga a sua susceptibilidade genética ao desenvolvimento de sensibilidades alimentares e a partículas de animais de estimação.

O desenvolvimento de sensibilidades alimentares não é apenas comum, mas está a crescer – cerca de 4-8% das crianças sente algum tipo de sensibilidade alimentar.

Os alimentos mais comuns e estudados, no teste de predisposição genética alimentar, que são potenciais irritantes incluem: leite, ovo, amendoim, nozes, marisco, peixe, trigo e soja.

Os pais muitas vezes sentem um tremendo peso e preocupação quando tentam monitorizar a exposição alimentar dos seus filhos, quando suspeitam que a criança tem algum tipo de sensibilidade.

As sensibilidades alimentares são normalmente herdadas, o que reforça ainda mais o papel da genética no desenvolvimento deste teste de ADN alimentar. Pesquisas sugerem que a introdução de alimentos potencialmente problemáticos em crianças com idade precoce pode ajudar mitigar as sensibilidades no futuro.

Compreender a predisposição genética de uma criança ou indivíduo «adulto» para as sensibilidades alimentares pode ajudar os pais a fazerem melhores escolhas com o seu médico sobre quando introduzir vários alimentos.

Pesquisas adicionais descobriram ainda que certos suplementos ou probióticos podem ajudar a diminuir o efeito de vários alimentos problemáticos. (não disponível a introdução de suplementos em Portugal no seu exame. Se pretende ter a recomendação de suplementos, peça ao seu médico para nos contactar).

Com a tecnologia de testes genéticos e a compreensão científica do genoma humano disponível hoje, atualmente é possível desenvolver estratégias de dieta e suporte nutricional para o ajudar a mitigar as irritabilidades.

Só agora o custo do teste genético chega ao ponto em que é viável usar esta tecnologia. Com os avanços da tecnologia foi possível desenvolver um teste de predisposição genética alimentar e a partículas de animais baseado no seu genoma a preços baixos. Vá em frente – veja o que seus genes lhe têm a dizer e comece a desfrutar de uma vida mais confortável.

Como fazer o teste DUO Sensibilidades?

4 simples passos até obter os resultados do teste de predisposição genética alimentar.

 1. Compre o teste de predisposição genética Alimentar: Solicite seu teste de ADN «predisposição genética alimentar» online;

1.1 Em alternativa, agende a colheita de ADN com os nossos profissionais de saúde;

2. Faça a colheita de ADN: Utilizando as zaragatoas encontrados no kit de recolha de ADN, apenas precisa de fazer um esfreganço bucal e enviar as amostras para o nosso laboratório;

3. Nós analisamos o seu ADN e produzimos um relatório pessoal sobre as suas predisposições genéticas alimentares e a partículas de animais;

4. Em cerca de 5 semanas irá receber os seus resultados.

O que os resultados lhe vão dizer?

Aprendendo sobre as suas predisposições aos alimentos e animais a nível «celular», capacita-o para a mudança, tanto num ambiente pessoal como na sua alimentação, ajudando-o a viver de forma mais confortável.relatorio_teste_de_intolerancia alimentar4

O relatório do teste de de presdiposição alimentar incluí:

  • Os sintomas que as irritações possam causar;
  • Descrição dos genes analisados, e devida fundamentação;
  • A sua sensibilidade aos irritantes (em 8 categorias);
  • Sugestões de estilo de vida;
  • Dicas para uma dieta saudável;

Todos os artigos científicos são mencionados no seu relatório.

Os resultados do teste de intolerância alimentar, incluem a sua predisposição genética ao:

Glúten

O glúten é uma proteína do trigo, cevada e centeio. Os seres humanos não têm as enzimas para digerir o glúten, deixando pequenas partículas no trato digestivo que podem causar sensibilidades.

Lactose

A lactose é um açúcar encontrado no leite e laticínios de origem animal. Alguns marcadores genéticos podem dificultar a digestão de alimentos contendo lactose.

Proteína do Leite da Vaca

O leite é composto de água, gordura, lactose, minerais e proteínas. Sensibilidade à proteína do leite não é o mesmo que a sensibilidade à lactose, mas é uma das mais comuns nas crianças.

Ovos

Sensibilidades aos ovos são muito comuns e muitas pessoas são sensíveis à parte branca clara, onde se encontra a proteína chamada albumina, versus a gema.

Amendoins

A sensibilidade ao amendoim é extremamente comum e muitas vezes é transmitida através de gerações.

Outros Alimentos

Muitas pessoas são sensíveis a outros alimentos que são diferentes daqueles incluídos nas categorias anteriores, esta secção do exame pode incluir nozes, soja, milho, fermento, peixe e marisco;

Pelos dos animais de estimação

Pelos de animal de estimação consiste em minúsculas partículas de pele derramadas de animais que têm pêlos ou penas. Alguns marcadores genéticos podem tornar um indivíduo mais sensível ao contacto com estas partículas.

Histamina

A histamina é um composto natural que pode ser encontrado em alimentos que são envelhecidos e fermentados, vinho tinto e muito mais. Algumas pessoas têm uma incapacidade de quebrar o excesso de histamina, o que pode causar sensibilidades.

Além de fornecer conclusões sobre sua sensibilidade a irritantes individuais, o relatório também fornece dicas abrangentes e detalhadas sobre dieta e estilo de vida com base nos seus resultados, para que possa começar a fazer alterações pró-ativas imediatamente. (não dispensa o aconselhamento do seu profissional de saúde)

Perguntas frequentes sobre o teste de predisposição genética alimentar e animais

Que Marcadores Genéticos são analisados no teste de predisposição alimentar e animal?

O nosso laboratório analisa mais de 30 marcadores genéticos (SNPs) que foi demonstrado, através de pesquisas externas, estarem altamente relacionadas com as sensibilidades dentro de cada categoria do teste de predisposição alimentar (por exemplo, glúten). O número de SNPs testados varia por categoria.

O que são os SNPs utilizados no teste de predisposição alimentar e animal?

SNP sigla em Inglês (Polimorfismos de nucleotídeo único),  são o tipo mais comum de variação genética entre as pessoas. Cada SNP representa uma diferença num único bloco de construção do ADN, chamado nucleotídeo. Por exemplo, um SNP pode substituir o nucleotídeo citosina (C) pelo nucleotídeo timina (T) num dado setor «espaço» do ADN.

A maioria dos SNPs não tem efeito sobre a saúde ou o desenvolvimento. Algumas destas diferenças genéticas, no entanto, provaram ser muito importantes no estudo da saúde humana. Os cientistas descobriram SNPs que podem ajudar a prever a resposta de um indivíduo a certos medicamentos, a susceptibilidade a fatores ambientais, como toxinas, e o risco de desenvolver doenças específicas. Os SNPs também podem ser usados para procurar a herança genética de doenças (informação não analisada neste relatório).

Quanto tempo demora para obter os resultados?

Depois de chegarem as amostras ao laboratório, os seus resultados estarão concluídos em 5 semanas. Enviaremos os seus resultados por email.

Que informações estão incluídas no relatório?

O seu ADN é analisado em oito (8) categorias individuais: glúten, lactose, proteína do leite de vaca, ovo, amendoim, outros alimentos, pêlos de animais e histamina. No seu relatório, para as categorias positivas (ou seja, que apresenta uma probabilidade de maior sensibilidade à categoria)  os resultados incluem as seguintes secções:

Os seus resultados – Detalhes sobre o seu ADN e uma conclusão;

Dicas sobre dieta – Recomendamos que obtenha conselhos de profissionais sobre como melhorar sua dieta para diminuir os sintomas de sensibilidade;

Dicas de estilo de vida- Descubra as mudanças que pode fazer e os passos que pode dar para aliviar os efeitos da sensibilidade;

Dicas de suplementos – Quais os suplementos que podem ser mais úteis? Apenas disponível quando o exame é requisitado por um profissional de saúde!

O exame testa alguma doença hereditária?

Não. O teste DUO Sensibilidade concentra-se apenas nos genes relacionados com a sensibilidade do corpo aos oito irritantes especificamente referidos e incluídos neste teste. Qualquer teste de ADN realizado para detectar predisposição a doenças, deve ser interpretado por um médico. Além disso, tenha presente que este não é um teste às alergias. A confirmação de alergias deve ser pedida pelo seu médico.

Os exame do teste de predisposição genética alimentar e animal é mesmo confiável?

Este é um teste baseado em ciência. Se tiver dúvidas solicite o nosso guia de recursos para o email info@codigoadn.pt.

Enviaremos os links dos estudos usados no relatório do teste de predisposição alimentares. Além disso, temos protocolos com laboratórios que garantem uma precisão muito alta e, portanto, pode ter a certeza de que o seu teste de ADN foi executado correctamente.

Os seus genes desempenham um grande papel na sua composição corporal, mas é importante perceber que os fatores associados ao estilo de vida e ambientais também podem ter um papel significativo na sensibilidade a irritantes.

Que tipo de amostra é usada no teste de predisposição genética alimentar e animal?

O ADN é colhido através de uma zaragatoa «cotonete esterilizado» na bochecha interior.

O interior da bochecha é esfregado durante 30 segundos com a zaragatoa, afim de colher ADN suficiente para realizar o teste. Este não é um teste de saliva.

As crianças menores podem fazer este teste?

Sim. O consentimento dos pais ou tutores legais é necessário através de uma assinatura de um consentimento informado.

Preciso fazer o teste de predisposição genética alimentar e animal mais de uma vez?

Não. Este teste mede sua sensibilidade a irritantes comuns a nível celular (ADN). Como o ADN permanece constante desde a infância até a idade adulta, não há necessidade realizar um novo exame.