Algumas considerações sobre o teste de paternidade pré-natal não invasivo.

resumo

Pretende realizar um teste de paternidade durante a gravidez mas não sabe qual escolher? Na realidade qual a diferença entre um teste de paternidade pré-natal não invasivo para um invasivo? existem riscos para o bebé? saiba mais no nosso artigo.

O teste de paternidade pré-natal (durante a gravidez) pode ser invasivo ou não invasivo. Dado o fato de que o teste de paternidade pré-natal não invasivo ser uma área nova de pesquisa, o teste só recentemente foi disponibilizado ao consumidor final e em Portugal apenas os laboratórios da CódigoADN o fazem.

Acreditamos que, no futuro, a disponibilidade do teste não invasivo seja maior e a preços mais acessíveis, mas, atualmente, a tecnologia é restrita e proprietária. Pelo que a aquisição deste exame em vários países é feita através dos representantes legais deste laboratório. As amostras são sempre enviadas para o laboratório central.

Mas o que significa exatamente um teste de paternidade pré-natal não invasivo?

É crucial entender que os métodos do teste de paternidade pré-natal até recentemente eram apenas do tipo invasivo. Por testes pré-natais invasivos, referimos-mos a métodos em que a amostra de ADN Fetal requer a perfuração do tecido do corpo ou a inserção de cateteres que, em ambos os casos, são colocados nas proximidades do feto. Isto, como mencionado, pode causar complicações, incluindo trauma fetal, danos aos membros do feto e aborto espontâneo.

O teste de paternidade pré-natal não invasivo é um teste de risco zero. A amostra de ADN fetal é colhida da corrente sanguínea materna e não há contato algum com o útero, o colo do útero, o feto, para mencionar apenas alguns riscos que estão envolvidos em testes de paternidade pré-natal invasivos.

As amostras de sangue para testes não invasivos podem ser colhidas por meio de um exame de sangue médico da veia cubital mediana (a veia que corre ao lado do dorso de todo o braço). As amostras de sangue materno são então enviadas para o laboratório. O laboratório analisará cerca de 300.000 polimorfismos de nucleotídeo único do ADN em livre circulação encontrado no sangue materno. O teste é extremamente preciso e oferece inclusões de probabilidade de paternidade superiores (ou seja, o suposto pai é o pai biológico da criança) a 99,9%.

Níveis de ADN fetal: fazer o teste de paternidade pré-natal não invasivo

A quantidade de ADN fetal livre de células aumenta exponencialmente à medida que a gravidez progride. Este é um ponto importante: o ADN fetal está presente na corrente sanguínea materna a partir dos primeiros estágios, mas as quantidades são pequenas demais para serem detetadas. Por conseguinte, é importante realizar o teste a partir da 8ª semana de gravidez. Lembre-se que as semanas de gravidez são calculadas a partir do primeiro dia do seu último período menstrual, e não a partir da conceção que ocorre duas semanas após o seu UPM. Fazer o teste cedo demais pode devolver um resultado inconclusivo.

Amostra para teste de paternidade pré-natal

A retirada da amostra para este tipo de teste deve ser feita por um técnico qualificado ou enfermeiro ou qualquer outra pessoa no campo da área da saúde. Amostras de sangue devem dar entrada rapidamente no laboratório, o que ajudará a maximizar a precisão do teste.

Normalmente, quando existem dúvidas é recomendado que ambos os pais sejam testados (participem no exame de ADN), mas na maioria das situações é apenas um pai que está disponível para o teste. É importante notar que até mesmo o suposto pai precisará submeter amostras de ADN, o que significa que não existe uma maneira discreta ou disfarçada de realizar um teste de paternidade pré-natal não invasivo com qualquer outro tipo de amostra, como cabelo, escova de dentes ou idênticas.

Em suma,

Na altura de escolher não arrisque. É a vida do seu filho(a) que está em causa. Realize um teste de paternidade durante a gravidez, este teste não tem qualquer risco para a mãe ou para  bebé. Informe-se! fale connosco.

Veja aqui mais sobre o teste de paternidade durante a gravidez >>

Leave a reply